sexta-feira, 25 de setembro de 2015

O PODER DE UMA INVOCAÇÃO


Jesus  veio ao mundo  como um homem “comum”  para que pudéssemos olhar pra ele,  nos espelhar em sua conduta e seguir seu exemplo. Uma vida inteira de Luz derramada sobre a humanidade, mas nós nos perdemos Dele quando  consideramos que não podíamos segui-lo verdadeiramente, não poderíamos exercer o mesmo domínio. Assim Suas palavras foram dotadas de  uma exclusividade e nos contentamos em seguir nosso caminho por 2.000 anos tropeçando em dores e fracassos.

Só nos damos conta da beleza de Seus comandos quando compreendemos que estávamos em aula e nosso mestre era o maior de todos. Ao nos ensinar o “Pai Nosso”, forneceu-nos uma fórmula mágica para alcançar os céus, e somente hoje oramos ao Pai com a consciência de cada palavra.

Pai nosso que estás no céu  (Preâmbulo)
Invocando nosso Pai.

Santificado seja o vosso nome! ( coroa)
É a nossa consciência recebendo o fluxo divino diariamente com gratidão.

Venha  a nós o vosso reino!(3ª visão)
Pela visão da verdade.

Seja feita a vossa vontade assim na Terra como no céu!  (garganta)
Ao comandarmos através da palavra falada.

O pão nosso de cada dia nos dai hoje! (coração)
O alimento para a nossa alma.

E perdoai-nos as nossas ofensas assim como perdoamos a quem nos tem ofendido! (p. solar)
Curando-nos pelo perdão esclarecido.

E não nos deixeis cair em tentação! (alma)
Orando e vigiando.

Mas livrai-nos do Mal! (base)
Mantendo o alinhamento da Kundalini com a Vontade de Deus.


Mas isso é passado, e o presente nos  dá a alegria da compreensão e a vontade de seguir seus passos, transformando-nos em verdadeiros filhos de Deus. Quando começamos a decretar como Ele nos ensinou, sentimos o poder de Deus como uma poderosa força brotando do nosso coração, e a cada benção nos ajoelhamos para agradecer a vinda de Jesus como nosso Mestre Instrutor.

Após as nossas primeiras experiências vamos assimilando o Seu poder e alterando, transformando aquilo que se perdeu,  em Luz. Passamos a caminhar com passos mais firmes e seguros para vencermos os desafios que nossas escolhas do passado nos trás ao mesmo tempo em que, confiantes, compartilhamos nossa descoberta com nossos irmãos.

Sempre fui religiosa no sentido de CRER em Deus, de seguir o cristianismo, mas não tinha consciência absoluta das orações que fazia, nem mesmo o Pai Nosso. Aos poucos fui descobrindo cada palavra de cada decreto e sentindo que era ouvida em minhas súplicas e atendida na medida em que compreendia as intenções divinas de me fazer crescer.

A felicidade foi tomando conta da minha alma e em gratidão a Deus, divido, compartilho essa graça com todos que buscam uma palavra e também sendo um instrumento dos  Mestres aqui na Terra, peticionando a Deus
por todas as necessidades das quais tomo conhecimento.


Hoje, todas as vezes que digo “EU SOU”  minha consciência identifica o Deus que habita em mim, e procuro não ferir o divino com afirmações negativas. Tento com determinação e resignação me corrigir e alterar de forma definitiva o que foi transformado pela ignorância. 

Não é fácil esse caminho porque o cobrimos de pedras, mas sem pressa e com muito amor e o perdão no coração, vou tirando os obstáculos do caminho para um dia poder dizer finalmente que segui os passos do Mestre Jesus.

Assim, passo a passo, mas com muita fé e amor no coração, sigo o Caminho que Ele indicou.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Fico feliz em saber que o relato de minhas experiências foi útil a alguém. Grata.

      Excluir